domingo, 11 de março de 2012



                             "de pé esquerdo"


A como tem dias que eu queria sumi sabe queria mesmo porque tudo que vou fazer da errado tudo mesmo a começar pela nova ilusão nossa não deu em nada pois meu maior medo se concretizou pois não erra pra ser agora to aqui que nem um retardado que levou dos dois lados da cara pra aprender a não ser burro olha não e por nada mas eu juro que daqui pra frente eu nunca mais vou me interesar por ninguém por esse diabo desse lazarento do coração e um burro e eu mais burro ainda sigo ele e so me fodosó levo nas canela apartir de hoje quero só festa e frevo nasci sozinho e vou merrer sozinho e e assim que tem que ser só me encomodei essa noite erra pra ter saido mas não deu fechei o pau em casa não me deixarao dormi a va pro fogo tó no dia que se me olharem de atravessado pulo na guela de um mardito meu deus nem presta sabe porque ainda tenho que trabalha e se eu for vai da bosta